Coisas simples (cadernos vermelhos, como corações em chamas)

Achava que escrever era tão natural como ter sede, afinal é muito mais complicado. Não é como a vontade de beber, que quando se tem sede se bebe, é muito mais complexa e retorcida que isso, envolve rebuscar e esgravatar a alma até fazer sangue. Para além que por vezes se tem que fingir... Ainda por cima eu já não sei nada, eu já não sei se escreva ou se beba.

2 comentários:

Milla Carol disse...

lindo.

http://pormedodefalar.blogspot.com/

Mariana disse...

Adorei o blog ! Muito original e puro.


Vou voltar :)

Beijinho!